Notas


10 Jan 2019

Saiba detalhes sobre a Lavagem do Bonfim, que está completando 265 anos

Saiba detalhes sobre a Lavagem do Bonfim, que está completando 265 anos A Lavagem do Bonfim, que  completa 265 anos no próximo dia 17 de janeiro, é considerada a maior manifestação popular religiosa da Bahia e uma das maiores do Brasil. De acordo com historiadores, o culto ao Nosso Senhor do Bonfim começou em 1745, quando a imagem do santo foi trazida pelo capitão português Teodósio Rodrigues de Farias, ao cumprir uma promessa que fez depois de ter sobrevivido a uma forte tempestade. As homenagens, no entanto, iniciaram de fato em 1754, ano em que a imagem foi transferida da Igreja da Penha, em Itapagipe, para a sua própria igreja, construída na Colina Sagrada.

A lavagem do adro da Basílica teria começado a partir dos moradores da região, como preparação para a Festa do Bonfim. Por achar que o ato tinha assumido um caráter festivo exagerado e não-condizente com o local santo, a lavagem no interior do templo foi proibida em 1890 pelo Marquês de Santa Cruz, Dr. Manuel Victorino Pereira, chefe do governo provisório na época. Após a decisão, adeptos do candomblé começaram a fazer o cortejo para lavar as escadarias, reverenciando Oxalá – orixá correspondente ao Senhor do Bonfim.

A tradição acontece sempre na segunda quinta-feira após a Festa de Reis (6 de janeiro). Antes realizada apenas no Bonfim, a festa foi transformada em cortejo que parte da Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio, com a realização de uma celebração ecumênica. Em seguida, por quase 8 quilômetros, católicos e adeptos do candomblé fazem a caminhada até a Colina Sagrada, puxada pelo grupo das baianas, animada por grupos culturais e colorindo de branco as ruas da Cidade Baixa .

Depois da cerimônia religiosa, é a vez da parte profana entrar em cena, com as barracas montadas no entorno do Bonfim, muita música e manifestações culturais. Os festejos são encerrados com a também tradicional Segunda-Feira Gorda, no bairro vizinho da Ribeira.

Foto: Divulgação. Siga o insta@sitealoalobahia