Notas


03 Jul 2018

Alô Alô Rússia

Alô Alô Rússia por Cacao Romanov
 
Privet, privet @neymarjr!
Contra a #FIFA, contra o VAR (que nunca funciona a favor do Brasil), nem quando o Neymar é pisado na cara do árbitro, contra o juiz italiano do tipo cego, orientado a permitir o massacre de faltas contra os astros canarinhos, o Brasil mostrou que é sim o grande favorito ao sexto título de campeão do mundo! Acorda #CBF. O Brasil soube sofrer e suportar a pressão inicial do México. Tudo apontava para que os mexicanos não suportariam a marcação alta sobre a defesa brasileira mais do que meia-hora. E assim foi. Brasil 2x0. E a torcida brasileira cantou no fim: ai, ai, ai, ai, está chegando a hora; quem parte leva saudades de alguém e o México tá indo embora.
 
Triste Osório
Não bastou o México perder; seu treinador colombiano Juan Carlos Osório mostrou que além de não montar um time vencedor, não sabe perder, não tem fair-play e não tem classe. Apesar da derrota incontestável do time velho e cansado, o homofóbico e machista Osório perdeu o jogo, a cabeça e deve perder o emprego.
 
Osório acusou o Neymar e a arbitragem de prejudicar a “perigosa” seleção mexicana, que acertou 1 chute no gol. Nós entregamos o México para os suecos, por quem foram derrotados por 3x0. Vá embora México e volte melhor daqui a 4 anos – e contratem um treinador mais realista, menos delirante; talvez, finalmente, mexicanos avancem às quartas de final. Hasta la vista, baby!
 
Brasil matador
Foi um grande jogo; a melhor atuação da seleção canarinho. Tite moldou a equipe a sua imagem. A defesa excelente , o paredão amarelo, impede Alysson de fazer grandes jogadas. Mais uma vez, Thiago Silva e Miranda mostraram que são a melhor dupla de zaga do mundo. Filipe Luís e Fagner tiveram grande desempenho e Casemiro foi o volante maravilhoso – o segundo melhor em campo. William finalmente “estreou” e muito bem; foi a melhor partida do meia até aqui. Gabriel Jesus novamente ficou a dever – não existe 9 que não faz gol; ao menos no Brasil. Paulinho e Philippe Coutinho são a segurança da regularidade, ainda que o meia-atacante não tivesse o brilho das outras partidas. Já @neymarjr esteve muito perto da perfeição. Numa partida impecável, liderou a seleção, foi o homem do jogo da FIFA, fez gol e criou a jogada do gol de Bob Firmino (entrou pegando fogo). Maior finalizador da Copa, aquele que mais sofre faltas, Neymar se apresentou para o jogo e pagou com sua genialidade a violência de seus marcadores e a inveja de seus detratores.
 
Haraquiri
Ninguém acreditou quando a seleção japonesa abriu 2x0 sobre a forte seleção belga. A superioridade física dos belgas e o jogo ofensivo não foram páreo para a excelente disposição tática e a sólida defesa do Japão. É bom destacar que os belgas fizeram uma exibição tão ruim quanto a que fizeram contra os ingleses, embora a partida tenha sido eletrizante pela alternância do placar. E assim com um gol de cabeça dos mais esquisitos e muita, mas muita sorte para fazer outro gol no último segundo dos acréscimos, a Bélgica venceu a ingenuidade do Japão por 3x2.
 
Do svidaniya
Notícia extraordinária. Realeza nacional. Bruna Marquezine e Neymar Jr são nossa realeza do futebol. Bruna, linda, é a capa da edição da Vogue Brasil e Neymar é capa de quase todos os jornais esportivos do mundo. Aos invejosos e raivosos recomendamos Rivotril.

 Fotos: Reprodução. Siga o insta @sitealoalobahia.